God Eater

God Eater (Não, não é o anti-Cristo)

Opinião – God Eater

Visto não ter um fetiche por animes futuristas, demorou algum tempo até decidir ver o primeiro episódio de God Eater.

Inicialmente duvidei que passasse do primeiro episódio.

Passou do primeiro, segundo, terceiro, quarto, quinto, sexto…

God Eater passa-se no ano de 20171 onde os humanos estão à beira da extinção.

Monstros chamados Aragami (não, não é origami) destroem tudo e todos.

Para combater os Aragami, foi criada uma organização chamada Fenrir.

Fenrir usa os God Eaters – humanos especiais que foram adulterados, não com esteroides mas com Oracle cells.

As Oracle cells permitem aos God Eaters usarem umas armas especiais chamadas God Arcs, que são as únicas armas eficazes contra os Aragami.

A personagem central de God Eater é Lenka Utsugi, um New-Type, que não é nada mais que um God Eater em que a sua God Arc se consegue transformar em espada e em pistola num canhão filha da pu#@.

O principal objectivo de Lenka é sodomizar (não, não é jogar Sudoku e não procurem no Google) os Aragami à bruta.

Como está na moda fazer animes em que o pessoal está rodeado por muros, este é apenas mais um.

O grafismo do anime está muito bom, a história é cativante e perto do final tem um twist.

God Eater foi baseado num videojogo com o mesmo nome.

Vejam que vale a pena.

Trailer

 

Lista de fillers

Nenhum graças a Deus!!

Momento Nada A Ver

Prémio de Partilha

Aos primeiros 100 leitores que partilharem este post nas redes sociais será entregue um dos seguintes prémios no caso do blogue encerrar:

mug

Se por acaso se enquadram numa das seguintes categorias de leitores, por favor partilhem pelas 53 redes sociais em que estão inscritos:

  1. O gajo que se enganou a escrever “animal” no Google e veio dar aqui.
  2. Se és meu familiar ou amigo e não queres que eu fique magoado contigo.
  3. Se és um hater que não gosta das reviews ou dos tops que não contêm o teu anime preferido (partilha na mesma para os teus amigos evitarem de vir cá ter ao site)
  4. Se simplesmente gostas do conteúdo, sabe-se lá porquê

Não percam o próximo post porque nós também não (que remédio…)!

Imagens de Alpha Coders

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •