Anime girls

Anime IMO – Onde estou? O que faço aqui?

Algumas das perguntas que os leitores poderão fazer e que constam no título do post eu também gostava de saber a resposta.

Portanto à falta de melhor vou responder à razão pela qual criei este blogue de anime.

Estava eu na minha vidinha a escolher com a minha namorada um anime novo para ver, quando disse:

“Já vi a porcaria destes animes todos que estão nas listas destes blogues!”

Ao que ela respondeu:

“Tu devias era criar um blogue para falares sobre animes.”

Estão vocês a pensar:

“Mais um cromo que viu meia dúzia de animes, agora  pensa que tem um doutoramento na matéria e resolveu escrever sobre o assunto!”

Pensam vocês muito bem, basicamente vou juntar várias coisas que gosto como animes, jogos e metal e ver o que dá.

Peço já desculpa em avanço pelo facto de não acertar nos gostos das 3,7 pessoas (1 familiar, 1 amigo, 1 namorada e o gajo que se enganou a escrever “animal” no Google) que vão ler este blogue quando criar os tops de animes e os seus preferidos não constarem na lista.

O objetivo é escrever sobre diversos temas dentro do mundo que é a animação japonesa.

Se pensam que isto é um blogue muito formal com reviews sérias sobre animes, com gramática perfeita e sem erros ortográficos, então estão no sitio errado.

O facto de eu ter chumbado 7 vezes na segunda classe não ajuda mas eu sou um gajo esforçado.

Basicamente vou dar apenas a minha opinião sobre os vários temas e estou-me a borrifar se o pessoal concorda ou não.

Se se enquadram numa das seguintes categorias de leitores, por favor partilhem pelas 53 redes sociais em que estão inscritos:

  1. O gajo que se enganou a escrever “animal” no Google e veio dar aqui.
  2. Se és meu familiar ou amigo e não queres que eu fique magoado contigo.
  3. Se és um hater que não gosta das reviews ou dos tops que não contêm o teu anime preferido (partilha na mesma para os teus amigos evitarem de vir cá ter ao site)
  4. Se simplesmente gostas do conteúdo, sabe-se lá porquê

Não percam o próximo post porque nós também não (que remédio…)!

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  • 1
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
    1
    Share